Voir cette publication sur Instagram

Fala Pessoal, Primeiramente, muito obrigado pelas mensagens de apoio! Hoje acordei de manhã e, graças a Deus, meu inbox estava muito diferente de quando fui dormir. Estava transbordando de mensagens boas. O que aconteceu na nossa bateria não foi legal nem pra mim que passei. Saí da bateria totalmente quieto, semblante fechado, respeitando o Medina, o time dele e a situação. Eu e minha família ficamos sem dormir e foram tristes os ataques que recebemos durante esse tempo, muitas vezes por pessoas que não surfam ou são fãs do esporte. Recebemos todos tipos de mensagens. Foi muito triste ver minha mãe daquela maneira lendo os comentários sobre o filho. Graças a Deus, está tudo mudando e as mensagens boas estão vindo. Em momento algum quis causar interferência ou tentar prejudicar o meu adversário. Só segui o que o juiz e a placa me mostravam e naquele momento estava tentando reverter a situação com o meu surf. A WSL postou a versão oficial do porquê a decisão foi mantida e está lá para quem quiser ver ou tem dúvidas. Eu só sou um surfista profissional fazendo o que mais amo na vida e estarei na terceira bateria das quartas-de-finais tentando o meu melhor para ir longe nesse evento. Obrigado a todos pelo carinho.

Une publication partagée par Caio Ibelli (@caioibelli) le